Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

28 Mar, 2014

UM ERRO ?

 

 

Portas disse que aquele briefing das reformas foi um erro. Pelos vistos não foi um erro de palmatória, pois ninguém deu com ela, nem ninguém ficou com as mãos a escaldar. Nem sequer foi erro leve para puxão de orelhas.

Mas, foi um erro que deu muitas preocupações ao governo e incomodou seriamente os dois generais que o comandam. No entanto, o principal chefe do governo já está habituado a dar erros e ver-se rodeado de erros.

Já houve tempo em que, a cada erro, correspondia um chumbo. Até em disciplinas de menor importância, como a falta de uma vírgula, de um ponto, ou da palavra dada. Mas isso era no tempo da responsabilidade.

Agora, não há erros que façam chumbar alguém, por mais grosseiros que eles sejam. No governo, também ninguém põe as barbas de molho, talvez porque não há, ou não se mostra, quem tenha realmente barba rija.

A barba leva muitos anos a enrijar. Alguns jovens não cortam a barba, para ter um ar mais adulto, um ar de quem tem pelo na ‘venta’. Sobretudo, os que têm barbas muito ralas e, nitidamente, muito débeis.

É natural que se cometam erros enquanto a barba cresce. É assim que se aprende a ser alguém com experiência e pronto para a vida. Só tem um problema. É o erro de quem nunca é capaz de reconhecer que errou.