Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

afonsonunes

afonsonunes

28 Abr, 2015

UTAO...TAO

 

O partido, agora na pessoa do seu jovem atiradiço MAC, gaiense dos sete costados, está mesmo a merecer ‘tao tao’. O que vale é que ele tem costa larga para aparar tudo o que der e vier. Mesmo qualquer acerto de contas.

Para lá das contas, o forte dele não é acertar. Prefere socorrer-se de quem lhe responda a umas perguntas básicas. Mas, as respostas vão acabar por ser tão básicas como as perguntas. Se quer dar tao tao, acaba por levá-lo.

Isso é um bocado a sina de quem nunca passa de vice. E o gaiense MAC é um vice completamente viciado. Bem podia pegar na calculadora de bolso e desatar a deslindar as contas dos outros. Mas não. Chama pela UTAO.

Certamente que desconhece as funções dessa instituição. Nem sequer reparou que se trata da Unidade Técnica de Apoio Orçamental. E não da unidade técnica de ensino ao MAC. Ora, MAC, não é um orçamento.

Também não sabe que os meninos da escola, dantes, levavam tao tao dos professores, quando eram avessos a aprender. E assim, corriam o risco de ficar burrinhos para sempre. À primeira vista, foi o que aconteceu ao MAC.

Daí que cause uma enorme surpresa como é que ele conseguiu ser vice em Gaia com os sucessos conhecidos. E agora, como é que ele consegue ser um vice especial, com o vício de meter o nariz onde não é chamado.  

Com essa coisa de querer meter a UTAO na esfera das suas influências, ainda acaba a levar tao tao no U. Isso para ele não conta nada. Qualquer dia está a mudar-se para vice de quem lhe pague todas as contas difíceis.

Por enquanto, ele ainda pensa que ser MAC, é muito melhor que ser AC. Na realidade, ele tem um M a mais. Resta saber se esse M, é bem cheiroso ou mal cheiroso. O que tem dito e feito ao longo da sua vidinha, diz tudo.